A Importância da Análise Financeira de Balanços

Tanto a prática como a literatura têm revelado que a análise financeira e de balanços é uma das tarefas mais difíceis e complexas entre as inúmeras que os contadores possuem na missão de contribuir para o desenvolvimento das empresas.

Ora, talvez se pudesse questionar: a análise financeira e de balanços não se constitui numa mera apuração de índices cujas formas já se encontram montadas ou formalizadas? Onde reside, então, a complexidade e a dificuldade?

A resposta é extremamente simples. Apurar ou calcular índices é uma tarefa bastante simplista, tendo em vista que as fórmulas já se encontram padronizadas. O que se precisa é meramente um conhecimento de matemática básica ou financeira e saber classificar e extrair as contas das demonstrações a fim de se aplicá-las às fórmulas, atividades estas estudadas em qualquer curso técnico ou superior de Contabilidade. O grande desafio do problema em questão é justamente a análise ou interpretação destes cálculos ou dos índices extraídos. Calcular é muito simples, mas não é uma atividade que se encerra em si. Indispensável é reforçar a necessidade de bem interpretar os dados e informações.

Partindo-se da hipótese de que parte do elenco de informações que as empresas utilizam para tomar decisões está nas demonstrações contábeis, especialmente no suplemento de análise destas demonstrações, há que se afirmar que a importância em se proceder a análise financeira e de balanços é de um grau de relevância extremamente alto.

Enfim, é possível sintetizar ainda uma série de razões para realçar quão importante é esta análise para as empresas:

  • se bem manuseada, pode se constituir num excelente e poderoso “painel de controle” da administração;

  • se não for feita a partir de uma contabilidade “manipuladora” ou “normatizante”, pode trazer resultados bastante precisos;

  • é uma poderosa ferramenta à disposição das pessoas que se relacionam ou pretendem relacionar-se com a empresa, ou seja, os usuários da informação contábil ou financeira, sejam eles internos ou externos;

  • permite diagnosticar o empreendimento, revelando os pontos críticos e permitindo apresentar um esboço das prioridades para a solução dos problemas;

  • permite uma visão estratégica dos planos da empresa, bem como estima o seu futuro, suas limitações e suas potencialidades.

NO QUE CONSISTE A ANÁLISE FINANCEIRA DE BALANÇOS

A análise de balanço constitui-se num processo de meditação sobre os demonstrativos contábeis, objetivando uma avaliação da situação da empresa, em seus aspectos operacionais, econômicos, patrimoniais e financeiros.

A Análise de Balanços objetiva extrair informações das Demonstrações Financeiras para a tomada de decisões.

É oportuno ressaltar que as demonstrações contábeis contêm uma série de dados que, quando analisados, tornam-se informações. Por esta razão é que a análise de balanços objetiva extrair informações e não dados.

Reforçando a idéia acima, pode-se caracterizar ou diferenciar dados de informações:

Dados:

  • tecnicamente, são os itens básicos de informação, antes de serem processados por um sistema, ou seja, alimentam, dão entrada no sistema;

  • representam algo puro cujo conteúdo não permitirá a compreensão e nem mesmo o julgamento sob determinado assunto;

  • consistem em qualquer elemento identificado em sua forma bruta, que por si só não conduz a uma compreensão de determinado fato ou situação;

  • são os números ou descrição de objetos ou eventos que, isoladamente, não provocam nenhuma reação no leitor.

Informações:

  • são os relatórios, os resultados do processamento dos dados;

  • as informações são produzidas, saem do sistema, seja este manual ou computacional;

  • são conjuntos de dados sobre algo ou sobre alguém, ou seja, o dado manuseado (trabalhado) que servirá de base para alguma decisão;

  • enumeram o resultado da análise dos dados que permitirá a tomada de decisões ou a execução de algumas ações;

  • representam, para quem as recebe, uma comunicação que pode produzir reação ou decisão, freqüentemente acompanhada de um efeito-surpresa.

É importante destacar que, como as informações da análise de balanços servem tanto a usuários internos quanto a externos, e muito destes usuários são leigos, vários cuidados devem ser tomados quando da sua execução e apresentação. Porém, entende-se que dois pontos merecem ser referenciados:

  1. o grau de excelência da Análise de Balanços é dado exatamente pela qualidade e extensão das informações que conseguir gerar;

    2) os relatórios devem estar dotados de uma linguagem descomplicada (simples), como se fossem dirigidos a leigos e, sempre que possível, estarem acompanhados de gráficos.

Contudo, talvez o conteúdo até aqui exposto, não tenha evidenciado o como proceder a análise financeira de balanços, ou seja, que metodologia deverá ser utilizada. A idéia é utilizar-se do raciocínio científico, ou seja, se o fim pretendido pela análise é fornecer informações para tomada de decisão, então é preciso conhecer como se dá o processo de tomada de decisão.

Na maioria das ciências, ainda que cada uma tenha as suas especificidades, a seqüência do processo decisório tem as seguintes etapas:

1ª) escolha dos indicadores;

2ª) comparação com padrões;

3ª) diagnóstico ou conclusões; e

4ª) decisões.

Para a realização da análise financeira de balanços pode-se adaptar a mesma seqüência, isto é:

1ª) apuram-se os índices junto às demonstrações contábeis;

2ª) comparam-se os índices com os padrões;

3ª) ponderam-se as diferentes informações e chega-se a um diagnóstico ou conclusões; e

4ª) tomam-se decisões.

Vale dizer, entretanto, em relação ao contexto deste trabalho, que não existem ainda índices-padrão para o ciclo de vida, já que, não há mecanismos contábeis para se relacionar o ciclo de vida.

Enfim, quando se procede a análise de balanços, os relatórios provenientes desta análise podem estar compostos de informações dos tipos:

  • situação financeira e causas das alterações;

  • situação econômica e causas das alterações;

  • desempenho;

  • eficiência e eficácia na utilização dos recursos;

  • adequação das fontes às aplicações de recursos;

  • evolução, tendências e perspectivas;

  • pontos fortes e fracos;

Comentários

  1. Daniel Gomercindo da Silva

    Desenvolvimento de Análise de Balanço, dentro do Jornal de Balanço, Calculo e tabela, porque estou fazendo um trabalho parao o curso que eu estou fazendo, Gestão Básico e Contabéis Básico. Obrigado!

  2. Helio Rodrigues Araujo

    Daniel Gumercindo

    Sinto mais não entendi o seu posicionamento.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  3. MARIA HELENA

    Bom dia Hélio,
    Aí vai umas dúvidas de quem nunca fez análise rsrsrsrs..
    Você pode dar um exemplo prático seu, precisamente o que você pegou em mão para fazer a análise e qual foi a reação do cliente.

    Um abraço.

  4. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Helena

    Eu utilizo como meta em meu escritório fazer a análise de alguns clientes e trabalho esses numeros com eles. As primeiras conversas são sempre dificeis, pois o cliente normalmente não aceita passivamente os numeros, pois entende que eles não refletem a sua realidade do dia a dia, pois a maioria deles entende que “sobrou dinheiro no caixa” deu “lucro” faltou dinheiro deu “prejuízo”, quando a gente começa a mostrar outros numeros além desses, a reação é sempre de espanto.

    Um abraço e sucesso

  5. Joyce

    Olá estou precisando dessas informação para concluir um trabalhoo se puder me ajudar… obrigadaaa
    Qual a importância da Análise Financeira para a tomada de decisão nas empresas? Exemplifique um caso em que o aspecto financeiro foi determinante para tomada de decisão.

  6. Helio Rodrigues Araujo

    Joyce

    Se a empresa tem um deficit de caixa, esse deficit exige uma tomada de decisão.

    Um abraço e sucesso

  7. Rodrigues Eduardo

    Bom dia…
    Estou a fazer um estudo relacionado com este tema. Gostaria de saber como são tomada as decisões com base os indicadores de liquidez e rentabilidade.

  8. Helio Rodrigues Araujo

    Rodrigues Eduardo

    Essas decisões são tomadas com base em diversas variáveis, que tomam como base a empresa, seu grupo econômico, sua atividade, sua estrutura. Com base nessas variáveis e mais as informações econômico financeiras são tomadas as decisões que melhor podem apontar a continuidade do negócio.

    Um abraço e sucesso

  9. Cinthia

    Olá

    Gostaria de saber como a análise de balanço pode contribuir para o controle gerencial de uma empresa?
    E como ela se interagem,relacionam a outras as outras áreas da contabilidade?

    Obrigada

  10. Helio Rodrigues Araujo

    Cinthia

    Entendo que a partir do momento que se conhece o passado e o presente de uma empresa pode-se mais facilmente prever as situações futuras. A análise é o resultado contábil estudado! Todas as áreas interagem através do sistema contábil.

    Um abrçao e sucesso

  11. Nica

    Bom Dia!

    Gostaria de saber, qual os usuários e sua importância da análise de balanço.

    Grata,

    Nica

  12. Helio Rodrigues Araujo

    Nica

    Se entendi bem o que a sra questionou entendo que a importância da análise acaba no final dependendo do usuário: Exemplo se for a alta administração a importância e interesse da analise e no sentido da continuidade do negócio, bem como dos indices de rentabilidade que o negócio tem dado como retorno. Então cada usuário encontra uma analise que lhe possa ajudar a vislumbrar o negócio como algo dinâmico e sempre voltado para o futuro.

    Um abraço e sucesso

Comente