A fase pré-operacional de um negócio

A fase pré-operacional de uma Empresa é aquela na qual o empreendedor sai da idéia para a ação, pois serão necessárias diversas medidas para colocar o empreendimento em operação.               Essa fase envolve diversas atividades, tais como estudo de viabilidade e elaboração de plano de negócio, pesquisa de mercado, desenvolvimento de produtos, montagem de instalações, contratação de pessoal e ações de propaganda e publicidade, entre outras. Do ponto de vista contábil, todos os gastos incorridos durante essa fase serão lançados no Ativo Diferido, desde que haja razoável certeza de que representam sacrifício consciente de recursos para a obtenção de resultados positivos no futuro.

Nessa fase, deverão ser tomadas decisões e empreendidas ações necessárias para a materialização do sonho do empreendedor, sendo encontrada bibliografia especializada bem como contar com o apoio do Sebrae, das escolas de negócios e as incubadoras de empresas, algumas mantidas por instituições de ensino superior. Do ponto de vista da contribuição oferecida pelos contabilistas para o sucesso dos futuros empreendedores, vamos a uma análise mais detalhada.

Aqui é o momento de fazer as contas para avaliar se e até onde vale a pena correr o risco com o novo empreendimento. A partir da percepção do mercado potencial da empresa, das ameaças e oportunidades do ambiente de atuação e do volume de recursos requerido, será possível elaborar projeções de resultado e de recursos necessários, em termos de investimento requerido e de capital de giro, para iniciar o novo negócio.

Uma forma organizada de realizar esse planejamento é por meio da elaboração de um plano de negócios, que é o documento que materializa, de forma lógica, ordenada e profissional, o desejo de empreender. O plano de negócios é concebido para permitir o acompanhamento do surgimento e desenvolvimento do empreendimento ao longo de um período específico de tempo.

Um plano de negócios possui duas grandes funções: é um documento elaborado com critérios técnicos e uma forma de vender o empreendimento para interessados. Significa que sua elaboração deve considerar dois elementos relevantes: as informações ali constantes devem ser as mais corretas possíveis, além de transmitirem, a quem o ler, o otimismo e o entusiasmo do empreendedor. Um plano de negócios bem elaborado deverá conter um calendário de desenvolvimento das atividades requeridas na fase pré-operacional e nos primeiros momentos da fase operacional, e as projeções necessárias.

Quadro 1 – Despesas pré-operacionais.

Especificação

Valor R$

Origem

Logicamente o quadro acima em um modelo bem simples,  não esgotada as informações sobre o empreendimento pois esse é apenas um modelo para orientar os novos empreendedores para suas despesas pré-operacionais.

Comente